Consentimento Necessário

Este conteúdo incorporado de plataforma de terceiros foi desativado por não ter o seu consentimento.

Pode rever o seu consentimento para a categoria "Conteúdo de Terceiros" ou, em alternativa, carregar no endereço https://www.youtube-nocookie.com/embed/GgpVa0jVyCE para visualizar o vídeo diretamente na respetiva plataforma.

As Eleições à Assembleia da República no estrangeiro, para os eleitores recenseados no Consulado-Geral de Portugal em Luanda, decorrem das seguintes formas:

- por voto postal, para todos os cidadãos recenseados que não tenham optado pelo voto presencial, até dia 29 de janeiro.

- por voto presencial, apenas para aqueles cidadãos que tenham optado por esta modalidade, dentro do prazo legal, nos dias 29 e 30 de janeiro, nas instalações do Consulado-Geral de Portugal em Luanda.

Os cidadãos que se encontrem temporariamente deslocados em Angola, podem votar por voto antecipado, nos dias 18, 19 e 20 de janeiro, nas instalações do Consulado-Geral de Portugal em Luanda.

 

CIDADÃOS RECENSEADOS EM ANGOLA

Voto Postal

A expedição dos boletins de voto, para o mundo inteiro, teve início a 27 de dezembro de 2021, indo os cidadãos portugueses recenseados no Consulado-Geral de Portugal em Luanda receber, no decorrer dos próximos dias, o boletim de voto na morada constante no Cartão de Cidadão, através de correio registado expedido pelos CTT. Se por algum motivo não receber o seu boletim de voto, poderá dirigir-se aos correios centrais da capital provincial da sua zona de residência, para levantamento do seu boletim de voto.

Dentro do envelope irá receber um boletim de voto; um envelope de cor verde, destinado a receber o boletim de voto (não contém quaisquer indicações); e um segundo envelope branco e de tamanho maior, dentro do qual será inserido o envelope do boletim de voto, de franquia postal paga, tendo pré-inscritas as informações necessárias.

O envelope de resposta, que já se encontra pago pelas autoridades portuguesas, deverá ser remetido por correio, sem qualquer custo. A remessa do voto terá obrigatoriamente de ser feita antes do dia da eleição (até dia 29 de janeiro 2022), sob pena de o voto não ser considerado.

Para mais informações, consulte a nossa notícia sobre voto postal.

Voto Presencial

O voto presencial irá decorrer nos dias 29 e 30 de janeiro, nas instalações do Consulado-Geral de Portugal em Luanda, onde se encontrará a Assembleia de Voto, que funcionará ininterruptamente, fazendo-se a admissão de eleitores entre as 08h e as 19h (hora local).

 

CIDADÃOS RECENSEADOS EM PORTUGAL, TEMPORARIAMENTE DESLOCADOS EM ANGOLA

Voto Antecipado

Todos os eleitores que se encontrem deslocados em Angola, pelos motivos abaixo indicados, podem exercer o direito de voto antecipado junto do Consulado-Geral de Portugal em Luanda, nos dias 18, 19 e 20 de janeiro. Para tal, basta deslocar-se às instalações deste Consulado-Geral, entre as 08h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 16h30, munido de documento de identificação.

a) por inerência do exercício de funções públicas;

b) por inerência do exercício de funções privadas;

c) em representação oficial de seleção nacional, organizada por federação desportiva dotada de estatuto de utilidade pública desportiva;

d) estudantes, investigadores, docentes e bolseiros de investigação deslocados no estrangeiro em instituições de ensino superior, unidades de investigação ou equiparadas reconhecidas pelo ministério competente;

e) doentes em tratamento no estrangeiro;

f) os que vivam ou que acompanhem os eleitores mencionados nas alíneas anteriores.

Para mais informações sobre como votar antecipadamente, consulte o folheto sobre o voto antecipado no estrangeiro.

  • Partilhe