No âmbito do Projeto de Implementação de um Sistema Nacional de Avaliação Externa Nacional das Aprendizagens em Angola, uma comitiva liderada pelo Ministro da Educação, João Costa, desloca-se a Luanda numa missão de trabalho entre os dias 9 a 12 de janeiro de 2023.

Integram a delegação portuguesa o presidente e o vogal do Conselho Diretivo, bem como formadores do Instituto de Avaliação Educativa, I.P. (IAVE, I.P.) que coopera no processo de criação e implementação do sistema nacional de exames em Angola, em conjunto com elementos da Direção-Geral de Educação (DGE), equipa liderada pelo Diretor-Geral, o presidente do Júri Nacional de Exames (JNE), e também a Comissária do Plano Nacional de Leitura (PNL 2027).

20230109 medu

Leia a Nota de Agenda e saiba mais, abaixo.

Na perspetiva do Ministro da Educação, João Costa, «a cooperação entre Portugal e Angola no domínio dos exames nacionais tem tido muito sucesso, um sucesso assente numa  aprendizagem recíproca, o que permitiu que no ano passado e num tempo muito curto, se conseguisse garantir a qualidade do processo. Agora, vamos dar um passo gigante, passando de uma fase piloto de 2000 alunos para uma fase que irá envolver 40 mil».

Da agenda de trabalhos constam reuniões bilaterais entre os Ministros da Educação de Angola e de Portugal, reuniões entre os responsáveis pelo Instituto de Avaliação Educativa, Instituto Nacional de Avaliação e Desenvolvimento da Educação de Angola (INAVE) e os Júri Nacional de Exames dos dois países. As bilaterais abrangem ainda sessões de trabalho entre a Comissária do Plano Nacional de Leitura de Portugal com elementos do Ministério da Educação de Angola, desenhando conjuntamente a política da leitura, na sua dupla dimensão: níveis de literacia e promoção de hábitos de leitura, em ambiente escolar, mas também no processo de aprendizagem ao longo da vida. 

Para além da visita à Escola Portuguesa de Luanda, a delegação desloca-se também a duas escolas em Angola, ao Centro Cultural em Luanda - Camões - Instituto da Cooperação e da Língua e ao VPA 20/20, associação sem fins lucrativos para a promoção e desenvolvimento de jovens angolanos através da leitura.

Da agenda de trabalhos destaca-se ainda a realização de um Simpósio Internacional sobre Avaliação Externa das Aprendizagens: (RE)Pensar a Política Educativa Angolana: Um olhar sobre os exames nacionais, que termina com a assinatura do Protocolo de Cooperação 2023 entre o INADE, o IAVE e a DGE.

 

João Costa sublinha ainda «Portugal traz uma experiência já consolidada na área da avaliação externa, na área da promoção da leitura e também na área de desenvolvimento curricular. Esta visita estreita a cooperação entre os dois países e visa também o acompanhamento das escolas de currículo português em Angola.»

  • Partilhe